PostHeaderIcon A importância do alho

Alho é muito bom! Na verdade esta afirmação é de todos aqueles que sabem dos benefícios deste tempero caseiro. Mas não se preocupe a partir deste momento você também vai achar o alho incrivelmente apetitoso.

O dissulfeto de dipropenila é um composto capaz de prevenir doenças cardíacas, radicais livres e atenção mulheres: ele previne o câncer de colo de útero. E adivinhe qual é a maior fonte deste composto? Isto mesmo, o alho nosso de cada dia!

Mas infelizmente o alho não possui um sabor muito agradável, principalmente na sua forma mais saudável: cru, se fosse assim seria fácil manter altos níveis de dissulfeto de dipropenila em nosso organismo. E o pior é que este tempero deixa um cheiro nada agradável na boca, você sabe por quê? O alho é composto por dois átomos de enxofre, e são justamente estes átomos que dão um “hálito pesado” a quem o ingere.

A boa notícia é que quando cozinhamos o alho ele perde um pouco de cheiro característico, isto por que no processo o dissulfeto – responsável pelo odor de alho – é volatilizado. Desta forma fica bem mais fácil degustar o tempero e dar um “empurrãozinho” a saúde. Mas se realmente você não gosta de alho, nem cozido e muito menos cru, temos uma opção: cápsulas que contém óleo de alho. Esta alternativa surgiu para ninguém ter as desculpas mencionadas, são cápsulas naturais que podem ser facilmente ingeridas.

E os benefícios do alho não param por aí, ele é considerado benéfico para cardíacos porque ajuda a diminuir os níveis de colesterol, e previne também o câncer gástrico, e a dose ideal recomendada é um dente de alho ao dia.

Referência: http://www.brasilescola.com/quimica/alho-muito-bom.htm

Leave a Reply